MINDS foi inicialmente estruturada como um grupo de acadêmicos e intelectuais preocupados com as estratégias de desenvolvimento. A organização tornou-se uma rede multidisciplinar - em que a análise histórica e de economia institucional, evolucionária e pós-keynesiana foram blocos de construção - para estabelecer uma compreensão abrangente (interdisciplinar) da globalização, bem como para elaborar um plano estratégico - orientado para o desenvolvimento - de resposta a ela.

Desde 2011, MINDS é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos legalmente constituída e governada por um conselho com 13 membros.